Dispenser Automático – Fico mais seguro ao utilizar?

O que é Dispenser Automático?

Dispenser automático é um dispositivo que tem seu funcionamento de modo automático sem necessidade de toque como, Dispenser Automático de Álcool em Gel, a Saboneteira Eletrônica e o Toalheiro Eletrônico. Também conhecido como “Touch Free”.

Objetivo do Artigo

Proporcionar reflexão para aquisição de sistemas automáticos de higiene das mãos. Certamente sua intenção é a melhor possível, mas será que está no caminho certo? Fique conosco e aproveite!

Contexto

Durante a pandemia do COVID-19 muitas barreiras foram quebradas, métodos de trabalho inovadores foram criados, ficamos mais reclusos e novos hábitos foram adicionados.

Especialmente com relação à limpeza e a higiene pessoal tivemos uma grande evolução. Certamente as pessoas preocupam-se muito mais em realizar a limpeza em sua casa ou trabalho a fim de eliminar os riscos da contaminação.

Com o uso do álcool em gel ou espuma isso também aconteceu, pois, adotamos práticas adicionais de uso e o consumo do produto cresceu muito.

Dispensadores “Touch Free”

Dispensers automáticos são aparelhos que armazenam e liberam, sem toque, determinada quantidade de produtos como o papel toalha, sabonetes e álcool gel.

As empresas protegem seus clientes e funcionários no maior nível possível e a procura por tais equipamentos está crescendo semana após semana.

Ademais para se ter uma noção, em relação à buscas a ferramenta do Google,  Google Trends, exibiu um crescimento enorme em seu gráfico de pesquisa.

Certamente as recomendações dos profissionais é a de evitar contato com tudo que possa estar infectado, sejam torneiras, saboneteiras, toalheiros, dispensadores, mesas, balcões, etc.

Dai então o motivo para a busca ter aumentado tanto é fácil de entender.

Dispenser Automático

Higiene das mãos – Quem entende do tema?

Em nossa vivência do segmento de limpeza profissional, especialmente em higiene pessoal, achamos que nenhum segmento empresarial é mais afetado pela falta da higiene das mãos do que o segmento hospitalar.

Portanto, vamos emprestar desse segmento, sua experiência para estimular a higiene das mãos e ver se dispensers automáticos podem fazer diferença no tema.

Ali já está convencionado de que as mãos é que transmitem a maior parte das doenças, pois elas são os vetores que levam, de uma superfície para outra, os vírus e as bactérias.

Imaginem que de fato existe a necessidade de campanhas de higienização das mãos nos hospitais para aumentar a adesão a regra de lavar as mãos e de usar o álcool em gel.

Essa necessidade pode parecer estranha para um leigo no assunto, pois todos imaginávamos que era natural o uso, mas o tema não é assim tão simples.

Os motivos de que os profissionais não usam o álcool gel na quantidade de vezes que deveriam usar são variados. Vamos nos deter aqui especialmente na qualidade e quantidade do sabonete, do álcool, do papel toalha e dos dispensadores desses insumos.

Dispenser Automático & Insumos – Qualidade

Já temos concordância dos profissionais de enfermagem, diretores clínicos, infectologistas e especialmente da ANVISA, de que a qualidade do produto álcool gel e dos dispensadores, influência em muito o seu uso.

No sentido inverso, a baixa qualidade e baixa quantidade dos materiais desestimulam o uso.

Cenário 1

Pois bem, imagine o seguinte cenário, o profissional da saúde está cheio de boas intenções em usar o álcool gel e olha ao seu redor e não encontra um dispenser! Certamente algo pode ocorrer na sequência e desviar a atenção para outra atividade. Perdida está a oportunidade de proteger as mãos.

Cenário 2

O profissional acha um dispenser de álcool e aciona o botão, para sua surpresa o produto está entupido e não vai para suas mãos, perdemos outra oportunidade para a desinfecção das mãos.

Cenário 3

Agora o dispenser, seja ele um dispenser automático ou manual, está próximo e tem o produto, mas o profissional sente o ressecamento da pele nas mãos, que estão um pouco machucadas.

Certamente o ressecamento é provocado pelo alto nível de utilização do produto que pode não ter uma qualidade adequada para quem pretende fazer uso várias vezes ao dia.

Cenário 4

Falando nesse momento sobre a secagem das mãos não realizada, pense você mesmo caro leitor. Quantas vezes já deixou de completar a lavagem das suas mãos com o papel toalha?

Devido provavelmente a qualidade duvidosa do papel toalha ou por ter que tocar na alavanca, ou no botão do porta papel toalha.

Cenário 5

Nesse último cenário a situação é tátil. O profissional da clínica ou do hospital reúne todas as condições de uso da higiene através do álcool em gel, mas não o faz devido à lembrança de quanto a mão fica pegajosa ao fazer uso do mesmo.

Dispenser Automático Garante Saúde?

A resposta é Não Garante a Saúde!

Sobre Saboneteiras Eletrônicas

Tocar em saboneteiras para extrair sabonete líquido ou espuma é a segunda parte do procedimento de lavar as mãos, sendo a primeira parte abrir a torneira e molhar as mãos.

Portanto, sendo “touch free” ou não, ainda temos que esfregar as mãos e enxaguá-las muito bem para concluir a lavagem, o que certamente tem maior peso do que o “no touch”

Ter um sabonete que hidrata as mãos e limpa-as profundamente é o maior segredo e sim, ter um sistema descartável de refil de sabonete também faz parte da higiene bem feita, tanto que hospitais sempre fazem uso desses sistemas descartáveis!

Sobre Toalheiros – Dispenser Automáticos

Acionar toalheiros para secagem das mãos, é o processo final da higiene das mãos e tocá-lo não faz muito sentido mesmo, pois afinal de contas, acabo de lavar as mãos e agora toco em um equipamento que já foi tocado por outras pessoas?

É bem verdade que existe no mercado, alavancas e botões com nano partículas de prata que garantem a proteção contra bactérias, mas nos toalheiros nem sempre enxergamos essas peças e fica difícil garantir que esteja ativo.

Além de não ser bom tocar no toalheiro, imaginemos também que a qualidade do papel, se não for de boa procedência e qualidade, compromete a higiene final!

Toalheiro automático ou com sensor não é a única opção higiênica!

Certamente usar um papel de boa qualidade, que além de não conter bactérias e vírus, seja firme o suficiente para não nos obrigar a tocar no toalheiro é uma saída perfeita e econômica!

Sobre Álcool Gel – Desinfetante de Mãos

Um tradicional site norte-americano apresentou estudo sobre o maior volume de uso do álcool em gel quando colocado em sistemas automáticos e concluiu que cerca de 30% mais pessoas usam o álcool quando disponível no método eletrônico.

Mas o volume de pessoas que não usaram nenhum dos sistemas é muito grande e manteve-se alto!

Vejamos a conclusão do estudo:

“Os pesquisadores concluíram que, embora o tipo de sistema de distribuição (manual ou eletrônico) influencie o comportamento da higiene das mãos, a adesão geral permaneceu baixa e que, para que as intervenções tenham um efeito importante na higiene das mãos, vários fatores devem ser considerados.”

Utilizar sistema de dispenser de álcool gel automático é certamente muito tecnológico e atrai adeptos facilmente. No entanto, lembre-se que após acionar o botão que está em sua frente o álcool vai cair na sua mão e a desinfecção ocorre por último.

Logo, nesse caso, de que adiantaria você ter um sistema automático ou de totem de álcool que em seu interior não tivesse um álcool de qualidade, ou pior, de qualidade duvidosa?

Pense nisso, um dispenser de álcool em gel manual é simples de usar. É possível encontrar dispensadores manuais de alta qualidade e álcool de alta qualidade também.

Portanto, que tal considerar economizar no aparelho eletrônico e investir na qualidade do álcool e assepsia do sistema, que pode ter um refil descartável e de fácil manutenção.

Conclusão

Somos adeptos e buscamos conscientizar nossos clientes no tocante a necessidade de higienizar mãos e superfícies.

Mas também apoiamos a necessidade de investir em insumos de maior qualidade, do que investir em sistemas eletrônicos que não garantem necessariamente a proteção para o pessoal de nossos escritórios, empresas, escolas, academias, lojas, etc.

Reflita sobre isso na sua próxima compra!