Cera acrílica é um dos nomes mais conhecidos desse composto químico, existente em muitas listas de material de limpeza pelo país afora.

Primeiramente ele tem a função primária de embelezar os pisos e conferir algumas outras características importantes que veremos  no artigo.

Produtos atualmente mais conhecidos e usados são aqueles produtos que usam água como seu solvente habitual.

Sinônimos mais usuais dados a esse tipo de produto são:

  • Impermeabilizante para pisos;
  • Acabamento acrílico;
  • Cera auto brilho e Cera liquida;
  • Cera incolor ou de certa cor e até mesmo Cera antiderrapante;

Tratando da maior parte do mercado de pisos instalados em ambientes empresariais, vejamos as principais dicas para escolher corretamente.

1 – Escolhendo a cera acrílica pelo tipo de piso

Pisos do tipo cerâmicos ou porcelanatos não recebem, tradicionalmente, o enceramento devido a sua baixíssima porosidade. Em suma, sem porosidade a cera não tem uma boa aderência ao piso.

Já entre os tipos de pisos “enceráveis” temos a predominância de pisos porosos como os vinílicos, emborrachados, cimentícios, pedras naturais, pisos laminados, pisos de madeira, granilites, mármores, marcopiso, ladrilhos hidráulicos, entre muitos outros.

Alguns desses pisos podem receber um tratamento adicional antes de ser entregue ao enceramento. E esse tratamento vai também influenciar o seu resultado final.

Como exemplo citamos pedras naturais que podem receber uma resina em sua superfície. Conferindo assim propriedades impermeabilizantes ao piso.

Já em madeiras, é muito comum o tratamento com resinas também a fim de aumentar sua durabilidade e melhorar a aparência. Outro exemplo ainda seriam os acabamentos em epóxi que também protegem muito o piso aplicado.

Vamos focar nossos comentários nos pisos porosos ou mesmo que receberam alguma espécie de acabamento extra, como o epóxi ou as resinas.

Ambos os casos requerem uma proteção ao seu dia a dia, que certamente poderá ser conferido com a cera.

Em caso de pisos que possuem um nível de brilho alto, o mais indicado é que se apliquem ceras também com alto nível de brilho. Com o propósito de acompanhar a “natureza” do piso ou do acabamento aplicado.

Esses tipos de piso podem ter uma porosidade muito grande e requerer a aplicação de um selador acrílico antes da aplicação da cera escolhida. A ideia é “fechar” os poros do piso e prepará-lo para receber a cera.

Por outro lado, existem produtos que são ceras e seladores ao mesmo tempo como a Simplex. Que podem ser usados mesmo em condições de maior porosidade.

2 – Escolher pelo tipo do ambiente

Inegavelmente ceras para uso em shopping centers tem necessidades muito diferentes ao uso em ambientes com menor fluxo de pessoas, como uma clínica por exemplo. Certamente uma cera hospitalar, também possui especificidades exclusivas a esse ambiente.

O ambiente hospitalar requer cera com baixo odor, alto nível de antiderrapante e até mesmo um removedor de ceras sem cheiro, tudo isso pensando no bem-estar dos pacientes que por ali transitam. Uma cera como a Simplex Hospitalar, por exemplo, tem essas características especiais.

Seguramente, no exemplo do Shopping, a necessidade é a grande resistência ao seu uso severo. Para esse tipo de ambiente existem ceras ou acabamentos high speed (produtos com alto nível de resistência e facilidade na restauração).

Assim sendo esse tipo de produto vai proporcionar brilho de molhado ao piso, grande resistência ao trânsito de pessoas, facilidade na limpeza, restauração rápida com polimentos de máquinas especiais e assim por diante. Um exemplo em nossa linha é o Genius Acabamento.

3 – Cera acrílica – Escolher pelo nível de brilho desejado

Esse quesito está diretamente ligado a aparência que se deseja conferir ao ambiente. Em suma: quanto melhor qualidade dos polímeros usados na produção da cera, bem como a maior quantidade de teor desses ingredientes -ativos – maior será o nível de brilho de molhado da cera.

Existe um dispositivo para medir o nível de brilho da cera, comumente usado em ambientes com alto nível de exigência, seu nome Gloss Meter.

O seu nível de medida, considerado geralmente como um brilho de molhado, oscila entre 75, 90 ou acima (o teto do equipamento é 100)

Com toda a certeza, o brilho não é conquistado apenas com enceramentos constantes e muito menos com os tratamentos de piso iniciais que podem sim contribuir com várias demãos de ótimos produtos, porém precisam ser mantidas.

Um programa de manutenção do piso tem que entrar em ação desde o momento da decisão de que o piso seja encerado. As medidas são contra cíclicas ao desgaste provocado pelo uso. Pois a cera é desgastada diariamente, afetada pelas partículas soltas sobre a mesma. Elas causam micro ou macro fissuras no tratamento e devem ter polimentos constantes, a fim de equilibrar o uso com ambientes menos utilizados na mesma instituição.

4 – Escolher pela facilidade de manutenção.

Antes dos anos 1990 eram as ceras de origem vegetal, de carnaúba que imperavam, até mesmo ceras para piso compostas de parafina eram produzidas.

Sua forma era predominantemente pastosa, uma contraposição as ceras liquidas de hoje. Em sua grande maioria eram produzidas em meio líquido oriundo de petróleo, portanto eram inflamáveis, não eram resistentes aos limpadores gerais ou mesmo detergentes da época. Digamos que eram da era da vassoura.

Ceras de carnaúba ou parafina são bem difíceis de se achar hoje em dia, ainda bem! Os custos de produção de ceras acrílicas caíram muito e as suas vantagens são enormes. Como consequência, caíram no gosto dos usuários e vieram de encontro ao crescimento das áreas enceráveis e a necessidade de redução e uso de mão de obra.

Explicando um melhor, nos anos 1980 as grandes áreas de enceramento de piso eram de supermercados com, digamos, 2 mil metros quadrados. Já nos anos 1990, durante o início da abertura de grandes shoppings e hipermercados, eram comuns áreas próximas a 10 mil metros quadrados de pisos a encerar.

A cera acrílica moderna não requer polimento para chegar ao brilho de molhado e pode ser restaurada com polidoras (não mais enceradeiras) de alta ou ultra alta velocidade.

As mais modernas são produzidas com componentes como do nosso Genius Acabamento, e são restauradas muito mais facilmente. A sua limpeza também é muito facilitada pela resistência a limpadores e detergentes concentrados e especiais.

E o melhor, quando há necessidade de remover tal cera existem removedores que atuam rapidamente e dissolvem o filme da cera. Tudo isso com produtos baseados em água, o que é muito bom!

5 – Escolher  a cera acrílica pelo preço ou pela marca

Sempre temos dúvidas sobre o que é realmente melhor: comprar o mais barato ou o mais caro. Geralmente o mais barato está associado a baixa qualidade e mais caros tem sua percepção invertida.

A ideia aqui é a seguinte:

  • Usar produtos que rendam muito por metro quadrado;
  • Mais fáceis de manter, por serem muito resistentes e fáceis de remover;
  • Tenham alta transparência e durabilidade;
  • Sejam seguros em seu uso e antiderrapante para os usuários.

Por fm, a Oleak é reconhecidamente produzida dentro de altos padrões de qualidade, validada pelo certificado de boas práticas da Anvisa. E o melhor, no final das contas podemos gerir as despesas relativas ao seu tratamento de pisos e realizar o devido controle para manter suas despesas em níveis confortáveis.

Conclusão

A fim de escolher o melhor tratamento de pisos não custa mais do que os sistemas ditos mais baratos. Seu rendimento e qualidade superam em muito as suas expectativas. Além de embelezar seus ambientes, os tornam mais agradáveis e seguros.

A Higiclear colabora com sua equipe de limpeza, treinando o uso correto e seguro dos produtos. Além disso, desenvolvemos um programa de manutenção do tratamento do piso. Que tem por objetivo uniformizar a aparência do ambiente como um todo e racionalizar o seu investimento.

Certamente seus clientes ou funcionários terão um maior bem-estar e produzirá mais e comprará mais!

Fontes:

www.oleak.com.br

http://www.abralimp.org.br/noticias-detalhe.asp?id=2614&n=técnicas-e-produtos-de-manutencao-e-recuperacao-de-pisos

https://www.issa.com/certification-standards/issa-training-standard/cmi-for-frontline-workers/cmi-advanced-categories/hard-floor-care-programs