Não dá para negar, o dia a dia de quem é empresário ou empreendedor vai sempre esbarrar na necessidade de se destacar em um mercado tão cheio de concorrência. São muitos desafios a serem enfrentados e buscar medidas para se reinventar e se diferenciar é extremamente importante para que sua marca tenha uma vantagem competitiva perante os clientes.

A busca pelo menor preço, bem como alto nível de exigência, são características comuns aos clientes de hoje. Se combinarmos este comportamento com os períodos de crises e recessão econômica, chegamos a um estado de alerta vermelho.

Por isso, está em suas mãos buscar medidas para agregar valor às instalações da sua empresa e se colocar em um lugar de destaque. Sendo assim melhorando o seu relacionamento com os clientes e ainda ampliando suas vendas.

Receber os clientes em sua empresa é uma grande oportunidade para você causar boa impressão e começar a conquistá-lo desde as pequenas coisas. Por isso, conheça-o!

Se a sua empresa raramente recebe clientes, talvez uma parte dessa impressão positiva aos clientes, possa ser transmitida através do seu cuidado com os seus funcionários!

Entenda o que ele deseja e espera da sua empresa ou site. Em cima disso, construa a imagem que você quer transmitir sobre sua marca, comunicação, produtos e serviços. As medidas para agregar valor são essenciais!

Neste momento, você deve estar se perguntando: quais medidas são essas e como aplicá-las, não é mesmo em minha gestão de custos? É exatamente sobre isso que vamos conversar hoje. Separamos 7 passos que irão te ajudar na construção dessa nova identidade da sua empresa quando o assunto é agregar valor. Leia, analise e aplique o quanto antes, os resultados podem chegar mais rápido do que você imagina. Vamos lá?

1 –  Gestão de custos – Seja diferente!

Michael Porter, professor da Harvard Business School e grande especialista em competitividade estratégica, fala sobre a importância da diferenciação e liderança de custos há muitos anos. É importante ser diferente em gestão de custos. Seja no produto, na embalagem, nas instalações, na equipe. Mostre para o seu cliente o que sua empresa tem de diferente e de especial!

Caso ainda não exista uma completa diferenciação você pode sim ajustar isso e desenvolvê-la.

Desenvolva com sócios e funcionários a sua proposta única de valor. Essa proposta deve ser o mais exclusiva possível da sua empresa. Trata-se daquele pacote de serviços e / ou produtos que sua equipe desenvolve como nenhum outro concorrente.

Caso não exista tempo necessário para você se preparar para esse desenvolvimento, considere contratar um profissional que poderá conduzir sua equipe rumo a essa diferenciação.

2 – De olho nos prazos

Inegavelmente o prazo pode ser também um diferencial em relação aos seus concorrentes. Mas atenção, prazo de pagamento é uma coisa diferente do que estamos falando aqui tá bem?

Em relação a prazo de pagamento, seja na compra ou na venda, devemos ter um olhar crítico de sobrevivência, onde pagar em prazos mais longos e receber em prazos mais curtos pode ser uma ótima alternativa. Caso tenhamos um capital de giro extra, a questão de prazo pode se inverter e seguir rumo a descontos na compra dos seus fornecedores e ter uma boa redução de custos.

Mas voltemos a questão de agregar valor.

Tem coisa mais chata do que uma empresa que não cumpre seus prazos determinados de entrega? O cliente se sente lesado e absorve uma experiência negativa da marca. Por isso, trabalhe com prazos reais e possíveis, e sempre que possível entregue antes do que o acordado, é surpreendente o impacto positivo que essa medida gera, experimente!

3 – Esteja on-line 

Num mundo tão aberto ao digital, é até estranho uma empresa não estar on-line. Por isso, invista em um bom site e crie um bom projeto de comunicação nas redes sociais. Estar on-line é abrir mais uma porta de relacionamento com seus clientes, é chegar cada vez mais perto deles. Isso garante uma grande diferenciação do seu negócio!

Caso seu modelo de negócio não contemple essa presença digital, seja pensando em redução de custos ou por um pré-conceito de que não funciona para você, reconsidere!

Todos negócios são buscados em meios digitais, seja no Google, Facebook, Instagram, Linkedin, Youtube, etc.

Não tem grana para o investimento devido as despesas administrativas estarem em alta?

De um jeito de reduzir, ou trabalhe você mesmo até mais tarde, mas não fique fora desse meio. Muito difícil se destacar sem estar presente digitalmente.

É o mínimo que podemos dizer.

4 – Invista em pequenas experiências

Quando o seu cliente está nas instalações da sua empresa, tudo ao seu redor faz parte da experiência que ele terá com a sua marca.

Por isso, é importante garantir que tudo esteja impecável para que a experiência seja o mais positiva possível.

Então, preste atenção nas pequenas coisas, como: caprichar na decoração e aromatização do ambiente, deixar uma música agradável ao fundo, oferecer café, chá, água fresca e ser sempre cordial.

Nossa equipe também deve ser muito bem atendida, afinal e contas eles que cuidam do atendimento ao cliente, cuidam de entregar nos prazos, se responsabilizam pelos compromissos assumidos.

Pense nisso! Faça reuniões com certa regularidade seja com 1 funcionário ou com equipes grandes. A reunião deve levar os comunicados, obter opiniões, deixar um canal livre incluindo reclamações.

Tenha certeza do seguinte: funcionários desconectados da gestão não se conectam genuinamente aos clientes! E o resultado disso você pode imaginar qual é. 

5 – Cuide da limpeza e organização para melhorar a gestão de custos

Nesse ponto, absolutamente todos os ambientes da empresa estão incluídos. A limpeza e organização são itens primordiais para causar uma boa impressão da sua marca. Afinal, que credibilidade um local sujo e mal organizado passa, não é mesmo? Cuide até dos ambientes em que apenas os funcionários têm acesso. Eles também são grandes influências para amigos e família.

Já sabemos de antemão que ambientes desorganizados produzem menos, causam mais doenças, transmitem uma sensação de bagunça ao cliente e aos funcionários, enfim é um caos.

Caso seu ambiente não esteja adequado, aproveite um final de semana sozinho ou com alguns colegas da empresa e promova um bota fora geral! Você vai se sentir orgulhoso(a) da disciplina e conseguirá manter um melhor clima na empresa, com reflexo em seu negócio!

Em pesquisa divulgada pelo nosso site fica claro a importância do quesito aparência e limpeza. Outro dado fala que 60% das pessoas se sentem mais inclinadas a comprar mais em ambientes que parecem limpos.

Portanto imagine o impacto da limpeza e dos produtos de limpeza!

6 – Invista em produtos de limpeza e higiene com qualidade para gestão de custos

Uma empresa que investe em qualidade para higiene pessoal transmite aos clientes sua preocupação e seu cuidado, colaborando para uma experiência positiva. Essa dica vale para todos os produtos: desinfetante, cera acrílica, desengraxante, desengordurante, papel higiênico, guardanapo, papel toalha, sabonete, etc.

Cuide para que tudo esteja sempre impecável para receber seus clientes e afastar a imagem negativa que os produtos de limpeza de má qualidade causam.

Como exemplo citamos, cerca de 94% das pessoas não se demonstram favoráveis a retornar a comprar em locais com banheiros sujos.

Pisos empoeirados e com diversas manchas também causam sensação de desleixo nos clientes e funcionários, pense nisso e invista que dá retorno!

7 – Valorize seus funcionários 

Faça a melhor contratação possível que esteja ao seu alcance, seja corajoso e diga não para profissionais que não tenham adesão ao seu modelo de negócio.

Faça testes, antes de contratar, que comprovem as habilidades necessárias para as funções. Busque por pessoas que tenham muita facilidade na aprendizagem, pois se a base dos negócios está no aprendizado constante, imagine que os funcionários tem que estar na mesma condição.

Certamente eles serão o time que você escolheu para te ajudar a levar a empresa para o sucesso. Por isso, incentive um bom relacionamento com eles e entre eles, lute para que o ambiente de trabalho seja sempre saudável e que eles se sintam importantes.

Com toda certeza, isso vai impactar diretamente na produtividade e também no atendimento que eles darão ao seu cliente final. O cliente sempre está de olho no comportamento dos funcionários e na qualidade do seu atendimento!

E aí, você já começou a pensar em qual medida vai aplicar primeiro? Esperamos que os resultados sejam incríveis!

Fontes:

Higiclear