Muito utilizadas, as misturas ingênuas e cheias de “experiências” do tipo: misturinha para limpeza de qualquer coisa, como vidros e outras superfícies, trazem inúmeros riscos para a saúde e também para o local que estão sendo limpos.

Em suma, os materiais e produtos de limpeza são de enorme utilidade para limparmos e higienizarmos nossos lares e ambientes de trabalho. Apesar de inúmeros benefícios, é muito importante que esses produtos sejam sempre usados da maneira correta. Deste modo, evitamos acidentes pois, apesar de não parecer, esses produtos – principalmente quando misturados – podem causar graves acidentes.

Por isso, leia esse artigo até o final, entenda por que você (e seus colaboradores) não deve misturar produtos de limpeza. E assim, dê mais um passo em direção à segurança e limpeza efetiva do seu espaço de trabalho.

Conscientize os seus colaboradores

O primeiro passo quando falamos de ambientes de empresas, é trabalhar para conscientizar os colaboradores responsáveis pela limpeza. Em suma, é importante fazê-los entender a importância de utilizar equipamentos de proteção individual (EPI’s) – como luvas e botas – para evitar que acidentes ou danos a longo prazo aconteçam.

Da mesma forma, se no seu caso a limpeza é terceirizada, é importante verificar com a empresa contratada se os colaboradores dela seguem normas de segurança na limpeza profissional.

Afinal de contas tudo o que acontece em sua empresa é de responsabilidade dela, queira você queira ou não.

Misturar produtos de limpeza – Deixe claro os perigos !

É normal que vejamos dois ou mais produtos de limpeza atuando de forma separada trazendo um resultado agradável e, por isso, tenhamos a vontade de misturar essas duas substâncias para “potencializar” os efeitos e ter um resultado melhor ou mais rápido.

O grande problema é que essas são substâncias químicas. E a menos que você ou o responsável pela limpeza seja um expert na área, o uso incorreto de produtos de limpeza pode machucar as pessoas envolvidas, além de não resolver o problema da limpeza.

Evite a “economia boba” em Produtos de Limpeza

Este é um ponto muito importante e que, muitas vezes, passa batido quando falamos dos motivos que levam os responsáveis pela limpeza a misturarem produtos.

Quando a sua empresa leva o preço em consideração em vez da qualidade do produto, você irá em algum momento, adquirir um produto que não será tão eficaz quanto o necessário. Como consequência, isso levará o seu colaborador a usar uma dosagem mais alta para fazer a limpeza. Ou ainda, combinar com um segundo ou terceiro produto (veja mais abaixo alguns exemplos de misturas que NÃO devem ser feitas) para que ele consiga fazer a limpeza mais rápida ou com maior eficiência.

Considerando que uma limpeza mais difícil leva mais tempo para ser concluída, você irá perceber que investir nos produtos mais baratos irão te fazer perder dinheiro! E tempo!

Misturas de produto de limpeza que você não deve fazer

Veja algumas misturas de produtos de limpeza que você não deve fazer ou deixar seus colaboradores fazerem sob hipótese alguma:

  • Água sanitária com desinfetante
  • Água sanitária com sabão em pó
  • Água sanitária e vinagre
  • Água sanitária e bicarbonato de sódio
  • Água sanitária e detergente
  • Misturas para limpar vidro

Somente realize alguma mistura se ela for indicada pelo fabricante dos produtos!

Invista em Treinamento com sua equipe

Se você quer realmente economizar, a melhor maneira – além de comprar o produto de limpeza certo, é qualificar constantemente a sua equipe de trabalho. Nesse caso, falamos das pessoas envolvidas na limpeza e higienização.

Do mesmo modo, se o seu colaborador souber qual a quantidade necessária de material usar para determinada tarefa, qual a finalidade de cada produto, quais acessórios de segurança devem usar em determinado momento, a chance dele trabalhar de forma mais segura e efetiva é muito maior! E isso é o que te fará economizar, não os investimentos em produtos mais baratos.

Para conhecer um meio de economizar em lista de material de limpeza, sem precisar misturar produtos e nem tão pouco ficar fazendo inúmeras cotações periódicas, conte com nossa empresa para ajudar, aproveite que esta aqui, clique e conheça um pouco mais da gente e de nosso programa controle, pode ser que ele te interesse.

Agora que ficou mais claro a importância do cuidado no manuseio e dos perigos de misturar produtos de limpeza, e hora de colocar em prática ações para garantir que a sua limpeza seja em feita e não tenha riscos.

Acompanhe a gente no Facebook ou no LinkedIn e fique por dentro de mais dicas de limpeza para a sua empresa!