Produtos de Limpeza Caseiro x Profissional

produtos de limpeza

Antes de começar, é necessário pontuar um termo que aparecerá constantemente durante o caso estudado a seguir. Quando o texto se referir a “produtos de limpeza caseiro” significa que: são todos aqueles produtos comumente encontrados nas residências, ou seja, o texto lista produtos de limpeza doméstica como referência para os produtos de limpeza caseiro. Por exemplo: álcool, desinfetante, sapólio, detergente entre outros.

Estudo de Caso

Enquanto muitas empresas pensam que comprar produtos de limpeza caseiro baseados no preço traz economia, temos uma enorme parte delas que já conhecem a economia e os benefícios ao comprar um produto de limpeza profissional.

O estudo de caso aconteceu numa empresa no interior do estado de São Paulo. Ela presta serviços de limpeza, é de pequeno porte e cresceu bastante devido ao seu nível de atendimento personalizado.

Mas apesar do sucesso inicial, identificamos junto à empresa diversas oportunidades de melhoria e também de economia, especialmente nos produtos que sua equipe comprava de uma distribuidora de materiais de limpeza da região.

Sua lista de materiais era composta em grande parte por produtos de limpeza caseiro, todos de qualidade e líderes de mercado. Por exemplo: o multiuso, o detergente neutro, álcool, saponáceos, sacos de lixo, água sanitária, sabão em pó, desinfetantes, etc.

Com foco em levar redução de despesas e melhoria de performance à empresa, realizamos uma análise detalhada dos maiores pontos de contribuição para nosso projeto. Ao final comprovamos uma economia de cerca de 30% e uma melhora na produtividade dos processos de limpeza.

Além disso os frequentadores do ambiente perceberam a melhora, relatando um maior nível de qualidade dos serviços prestados.

Produtos de limpeza Caseiro

Diante da oportunidade que se vislumbrava, solicitamos ao cliente liberação para analisar uma empresa onde ele prestasse serviços de limpeza.

O cliente nos indicou assim uma pequena fábrica de materiais hospitalares com 3 auxiliares de limpeza. A fim de conhecer as aplicações dos materiais, visitamos a fábrica e apuramos exatamente o funcionamento de seus processos e rotinas. Destacaremos a seguir as principais contribuições para as melhorias elencadas.

Produtos de Limpeza Caseiro: Análise e Ações

produtos de limpeza caseiro

Elencaremos as melhorias realizadas em cada item. Ressaltamos que: consideramos uma média de consumo mensal. Ademais, os produtos de limpeza caseiro abaixo tinham representatividade próxima a 80% das despesas do cliente.

– Limpador Multiuso – Produtos de Limpeza Caseiro

O cliente usava cerca de 3 caixas desse item por mês, ou seja, 18 litros.

Ele era usado em mobílias, portas, paredes, portas, espelhos, etc.

Não ocorria ao cliente o nível de resíduo gerado com todas as embalagens descartadas desses produtos de limpeza caseiro, cerca de 70 unidades ao mês de contra apenas 1 unidade do produto que substituiu todas elas.

Substituímos pelo limpador geral Garra Oxiativo. Apropriamos cerca de 500 ml desse produto para essa aplicação.

Detergente Neutro

O cliente usava cerca de 24 unidades de 500 ml desse produto. Ele era usado para limpeza molhada de pisos, banheiros, etc.

Do mesmo modo, substituímos pelo produto de limpeza concentrado Garra Oxiativo. Apropriamos cerca de 500 ml desse produto para essa aplicação.

Lustra Móveis

O cliente usava cerca de 12 frascos de 200 ml desse produto em mesas, diversas estantes e algumas portas.

Identificamos que os locais de aplicação eram impermeáveis, e não tinham necessidade real de uso desse ou de outros produtos de limpeza caseiro. Portanto, após orientação, eliminamos o consumo dele em 100%.

– Álcool para Limpeza – Produtos de Limpeza Caseiro

O cliente usava cerca de 16 unidades do álcool 46 para limpeza de telefones, vidros, espelhos e em pisos de porcelanato.

O álcool líquido tinha como função a limpeza e desinfecção. Entretanto, explicamos ao cliente sobre o fato desse tipo de álcool não ter potência para desinfecção (confira nosso artigo sobre 5 motivos para não utilizar o álcool para limpeza). Além de provocar um ataque químico às superfícies limpas pelo produto.

Substituímos assim pelo limpador geral Garra Oxiativo. Apropriamos cerca de 500 ml desse produto para essa aplicação.

– Sapólio – Produtos de Limpeza Caseiro

O cliente usava cerca de 4 unidades desse item em sanitários.

Identificamos que o uso desse produto de limpeza caseiro era mais uma questão de hábito. Ele não era necessário, pois não havia melhoria na aparência das louças sanitárias quando era aplicado. Portanto após orientação, eliminamos o consumo dele em 100%.

Desodorizadores

O cliente usava cerca de 5 a 6 unidades desses produtos de limpeza caseiro por mês. Identificamos a utilização pelas auxiliares de limpeza nos momentos da lavagem dos sanitários e em algumas vezes pelos funcionários do cliente.

Substituímos pelo produto de limpeza concentrado  Desinfetante Blanco Lavanda . Apropriamos cerca de 500 ml desse produto para essa aplicação com a ajuda de um pulverizador.

Sacos de Lixo

O cliente usava sacos em medidas próximas a 40, 60 e 100 litros nas cores azul e preta.

Identificamos que nos sacos de 40 e de 100 litros havia uma perda em cerca de 25% devido aos tamanhos escolhidos para determinados lixos. Os sacos ficavam cerca de 15 a 10 cm “sobrando” nas lixeiras.

Substituímos por sacos de lixo com medidas adequadas às lixeiras. Além de separarmos mais cores para facilitar a reciclagem e identificação dos lixos.

Água Sanitária

O cliente usava cerca de 10 unidades de 1 litro por mês.

Identificamos que os produtos de limpeza caseiro em questão eram misturados ao sabão em pó e/ou detergente a fim de lavar sanitários e alvejar panos.

Orientamos para o risco a saúde das auxiliares de limpeza com relação a essa mistura.

Substituímos pelo Desinfetante Blanco Lavanda para desinfecção. Apropriamos cerca de 5 Litros desse produto para essa aplicação.

Também Adicionamos 1 galão de 5 litros de limpador geral Garra Oxiativo para as limpezas de manutenção e também as restaurativas semanais nos sanitários.

Por ser um produto de limpeza caseiro eficaz para o alvejamento dos panos de limpeza, mantivemos 1 frasco do produto água sanitária.

Pulverizadores

O cliente usava seus produtos de limpeza caseiro junto a pulverizadores. Porém eles geravam baixo volume de produto em sua aplicação. Além disso o gatilho era bastante desconfortável para os dedos e apresentava risco ergonômico.

Substituímos pelo Pulverizador Oleak com gatilho especial a fim de aumentar a adesão ao uso desse acessório pelas auxiliares da limpeza.

Identificamos os pulverizadores e os utilizamos com o Desinfetante Blanco Lavanda e o Detergente Limpador Garra Oxiativo.

Limpa Vidros

O cliente utilizava cerca de 4 a 6 frascos de 500ml por mês. No entanto, mesmo que a economia com a troca desse produto de limpeza caseiro não fosse tão significativa, sugerimos a eliminação deles.

A fim de substituir o limpa vidros, sugerimos o uso do Garra Oxiativo. Assim, para obter o mesmo resultado, foi necessário apenas 120ml do produto para ter o equivalente a 6 frascos de 500ml de usados anteriormente.

Panos de Limpeza

O cliente usava cerca de 20 panos de limpeza por mês. Porém, havia um problema: os panos tinham todos a mesma cor e, apesar de utilizados em diferentes superfícies e com produtos de limpeza caseiro, todos eles eram lavados na mesma máquina.

Como resultado, após a lavagem, não se sabia qual pano havia sido usado com determinados produtos de limpeza caseiro. Desse modo, o risco de ocorrer uma contaminação cruzada ao trocar os panos por acidente era iminente.

Com a finalidade de acabar com a troca indesejada dos panos e evitar uma possível contaminação, sugerimos a substituição dos panos convencionais por panos de microfibras coloridos. Eles servem tanto para a limpeza de superfícies quanto para cadeiras, mesas e etc.

Os panos coloridos de micro fibra, não apenas ajudam a prevenir uma contaminação cruzada (por serem facilmente diferenciáveis). Além disso, duram até 5 vezes mais que um pano de limpeza convencional.

Desinfetante

O desinfetante era mais um dos produtos de limpeza caseiro muito usado pelo cliente. Ele usava cerca de 8 a 10 galões de 5 litros, o que significa até 50 litros ao mês.

Substituímos pelo Desinfetante Blanco Fácil. Um frasco de 2 litros do produto dosa aproximadamente 200 litros de solução, ou seja, um rendimento 4 vezes maior do que o produto anterior.

Sabão em Pó

O cliente usava cerca de 4 Kgs de sabão em pó para a limpeza de pisos externos e, às vezes, dos sanitários.

Além do imenso desperdício de água usada para remover a espuma, os profissionais gastavam horas para ensaboar e enxaguar os pisos e sanitários.

Substituímos mais esse produto de limpeza caseiro pelo Garra Oxiativo na diluição de 1:50. Desse modo, reduzimos drasticamente o uso de água, além de economizar com a compra dele e com a mão de obra.

Diluidor

Por fim, sugerimos a criação de uma central de diluição de produtos de limpeza. Instalamos diluidores para os diferentes produtos implementados.

Como resultado, a central é capaz de proporcionar diferentes taxas de diluição devido sua válvula que é ajustada conforme a necessidade de cada usuário. Isso que facilitou muito na logística da equipe de limpeza.

lista produtos de limpeza doméstica

Resultados: Produtos de Limpeza Caseiro ou Profissional?

Como consequência, as substituições dos produtos de limpeza caseiro pelo nosso material, obtivemos uma simplificação nos processos de higienização. Os auxiliares passaram a usar o sistema de limpeza por Spray com produtos específicos e sem qualquer tipo de mistura.

Do mesmo modo, o contratante da nossa cliente limpadora observou a movimentação e entendeu as melhorias propostas sem que com isso houvesse algum aumento de despesas para a mesma.

No início as auxiliares de limpeza relataram achar isso “tudo muito estranho”, pois a equipe se acostumou com os antigos produtos de limpeza caseira. Porém, atualmente, nenhuma delas sequer lista produtos de limpeza doméstica como algo essencial para uma higienização efetiva.

Muito mais fácil passou a ser o treinamento das novas colaboradoras em processos de trocas de funcionários, pois com menos itens agora fica mais fácil a orientação de uso e treinamento.

No caso em questão, também houve a eliminação do uso de produtos clorados, o que deu maior segurança aos profissionais envolvidos, até mesmo porque não se fazia necessário o uso desse e de outros produtos de limpeza caseiro.

Hoje essa empresa limpadora já consome nossos produtos em todos os seus clientes e não lista produtos de limpeza doméstica em seu repertório. As próprias auxiliares de limpeza perderam as referências em relação as misturas que faziam antes. Portanto, agora existe uma maior segurança aos profissionais envolvidos.

Produtos de Limpeza Caseiro x Profissional – Conclusão do Estudo de Caso

Em conclusão, o uso de produtos de limpeza profissional é vantajoso em muitos aspectos ligados a saúde, meio ambiente e redução de despesas. A economia teve um aumento muito significativo, bem como uma maior durabilidade da mobília e demais superfícies desses ambientes.

Quando o cliente adotou o uso dos produtos profissionais enviamos toda a documentação ao cliente, que a repassou ao contratante, como fichas técnicas, registros na Anvisa, notificações, FISPQS, adesivos de identificação do produto diluído, cartaz de procedimentos, etc.

Em resumo o próprio contratante observou uma maior profissionalização da empresa e elogiou a iniciativa, pois ele pode observar a diferença entre um produto de limpeza caseiro e um profissional. Logo temos clientes mais bem atendidos também!

Pandemia x Produtos de Limpeza Caseiro

produtos químicos

Um assunto que vem tomando grande proporção nos dias de hoje e que poder ser relacionado com o tema do nosso estudo de caso é: a fabricação de produtos de limpeza caseiro.

Com a chegada da pandemia, a escassez de alguns itens da lista de produtos de limpeza doméstica se tornou realidade. Desse modo, muitas pessoas resolveram produzir seus próprios produtos de limpeza caseiro.

Mesmo não havendo dados que comprovem a relação entre a pandemia e o aumento da taxa de intoxicação por produtos químicos, é notório o crescimento do interesse das pessoas por esse tipo de conteúdo, por isso é importante tomar muito cuidado.

Logo, como reflexo do aumento da demanda por esse tipo de conteúdo, agora é muito mais fácil encontrar artigos e vídeos ensinando as pessoas a criarem seus próprios produtos de limpeza caseiro. Contudo, a maioria ainda não sabe o quanto isso pode ser perigoso.

Com a finalidade de evitar sair de casa, de obter uma solução capaz de substituir outros produtos de limpeza ou até mesmo de economizar, muitos acabam procurando sobre misturas e outras alternativas naturais aos produtos químicos.

Facilmente você encontra dicas de como fazer o seu próprio desinfetante, desengordurante, limpador de fogão e até de limpador multiuso com os produtos de limpeza caseiro que você facilmente encontra em casa (bicabornato de sódio, vinagre, água oxigenada, amônia etc).

Podemos encontrar até artigos ensinado misturar água sanitária com detergente, água sanitária com desinfetante e álcool etílico.

Porém, sabemos que nenhuma dessas soluções possui uma eficácia cientificamente comprovada. Além disso, se o armazenamento dessas soluções for feito de maneira inadequada ou dependendo até da combinação usada, elas podem causar sérios danos à saúde.

Nota Técnica 11/2020

Em virtude disso, em maio deste ano, a Anvisa divulgou a Nota Técnica (NT) 11/2020 para alertar e instruir a população sobre o aumento de intoxicação por produtos químicos nos últimos meses.

A Nota Técnica 11/2020 lista produtos de limpeza doméstica como os maiores responsáveis por esse aumento. Como parte da nota, o órgão instrui como fazer o uso e o armazenamento correto dos produtos de limpeza caseiro e ainda alerta sobre os riscos eminentes quando ocorre a mistura entre eles.

De acordo com os dados retirados dos Centros de Informação e Assistência Toxicológica (CIATox), entre janeiro e abril houve um crescimento de 23.3% de casos de intoxicação em relação ao mesmo período do ano passado. Comparando a 2018, o crescimento foi de 33,68%.

Em suma, os itens que compõem uma lista de produtos de limpeza doméstica podem ser muito prejudiciais à saúde. É por isso que devemos sempre procurar saber o máximo sobre o uso e armazenamento deles, prestando sempre atenção aos rótulos e evitando usar um produto de baixa qualidade.

Conclusão

Podemos dizer que as diferenças entre os produtos de limpeza caseiro e os profissionais são nítidas. Tanto no ambiente empresarial, quanto no ambiente doméstico. Além disso, é muito importante pontuar que todos os tipos de produtos de limpeza (não importa se for doméstico ou profissional) devem receber cuidado dobrado no momento do uso e do armazenamento.

Os dados divulgados apontam descuidos por parte dos usuários, além da tentativa de misturar os produtos para obter melhores resultados e/ou uma melhor economia, mas que acabar prejudicando a saúde e o bem-estar dos usuários. Sendo assim, procure escolher os produtos certos para você e para sua empresa, sempre que puder, opte pelos produtos de limpeza profissional aos produtos de limpeza caseiro. Por último, procure fontes confiáveis para se enformar!

Para saber mais sobre os perigos das misturas para limpeza, sugerimos que visite nosso artigo: Mistura para limpeza, cuidado! Pode ser fatal!

Fonte: Anvisa